Semana Farroupilha 2015 - de 07 a 20 de setembro de 2015

 

O Campeirismo Gaúcho e a sua Importância Social e Cultural


DESFILE TEMÁTICO 2015

Espetáculo: O Campeirismo e os 180 Anos da Revolução Farroupilha

1ª Invernada Abertura: Os Vultos da Revolução

Teatralização:  Destacar  os  vultos  que  marcaram  a  Revolução  Farroupilha  e  seu  contesto sociocultural e histórico.

2ª Invernada: A Colonização

Teatralização: Destacar os aspectos da colonização, o trabalho dos Padres Jesuítas da Companhia de Jesus, a catequização dos índios das tribos Guaranis. A formação das reduções, chamadas de Sete Povos das Missões, a redefinição das fronteiras e a Guerra Guaranítica.

3° Invernada: O Manejo da lide campeira

Teatralização: Representação da lida com o gado no seu dia a dia, o manejo, o manusear do couro e sua utilidade, a doma e o trabalho do peão através do laço. Demonstração da categoria Vaca Parada com objetivo de preservar e incentivar a atuação do homem do campo.

4° Invernada: O Galpão Crioulo

Teatralização: Retratar o convívio do gaúcho em um ambiente de múltiplas faces em virtude das diversas etnias que formam nosso povo, das diferenças geográficas e climáticas de nosso rincão, acolhidos em um espaço onde a gastronomia, a indumentária, as relações sociais, esportivas, econômicas e culturais, se desenvolvem através do tempo, firmando hábitos e costumes de uma gente que cultua sua arte através da poesia, da música, dos bailes, das lidas galponeiras e do artesanato

5° Invernada: O Comércio do Charque e a cutelaria

Teatralização: Apresentar o comércio do charque, símbolo da economia gaúcha, de outrora, sua movimentação na pecuária. O trabalho dos Produtores, a incidência dos impostos da Coroa,  a concorrência com os Platinos. Contar a importância do Charque até a revolução. E representar a arte do campeiro gaúcho na ferraria e na cutelaria, preparando facas, adagas e lanças.

6° Invernada: As Carretas e a Tropeirismo

Teatralização: Retratar a imagem das Carretas e a figura do Tropeiro. O girar das rodas das carretas carregou consigo uma história repleta de orgulho e coragem do povo gaúcho, sejam elas usadas por Tropeiros para transporte de mantimentos em suas viagens, por Mascates com suas variedades de mercadorias de vilarejos em vilarejos, o envio do charque pelos estancieiros ou até mesmo por Fazendeiros e suas famílias em belos passeios por suas imensas propriedades. E a presentar o orgulho e a honra nas rodas das carretas e no olhar do velho tropeiro.

7° Invernada: O homem do Campo na Guerra

Teatralização: Transição do homem do campo para guerra, o simbolismo do toque de clarim. Mostrar os cuidados com a estância, as lides com cavalo (que no futuro se tornaria o animal símbolo do Rio Grande do Sul), a montaria. E a transformação dos estancieiros e dos peões em soldados, a indumentária e suas diferenças, o manejo das armas brancas e a dor e a angustias da distância da família.

8º Invernada: A Mulher Riograndense

Teatralização: Representação do papel da mulher, de fundamental importância, desde os primórdios da formação do povo sul riograndense, no surgimento das primeiras estâncias. A responsabilidade de administrar a casa, a família e a lida campeira, bem como a manutenção e a subsistência do trabalho em quanto os homens estavam na luta, na Revolução Farroupilha e o seu envolvimento nos cuidados e assistência médica nos campos de batalhas. Destacar as suas conquistas na evolução da nossa sociedade.

9º Invernada: Revolução Farroupilha Ícones

Teatralização:  representar  os  ícones  da  nossa  revolução,  homens  que  comandaram  o  exército farrapo e também o exército imperial, todos de grande importância na nossa história. Mostrar os momentos marcantes que aconteceram como a proclamação da república Riograndense, proclamada pelo Gen. Antônio de Souza neto as margens do Arroio Seival, a prisão do Bento Gonçalves na Bahia. E representar as estancias, as famílias, que foram as que mais sofreram durante os 10 anos de revolução farroupilha, tanto a família de comandantes quanto a família dos soldados farrapos.

10º Invernada: A Proclamação da Paz

Teatralização: Representar a movimentação dos artífices na apresentação das condições de paz e o fim da guerra. A assinatura do tratado nos campos de Ponche Verde. A emoção de comandar o apresentar  armas  pela  Paz.  A  população  recebe  a  notícia  da  pacificação  e  realizar  uma comemoração especial a moda gaúcha, com lenços brancos e muita música. E a representação do acendimento da primeira "Chama Crioula", um dos símbolos da Tradição Gaúcha idealizada no espírito heroico dos Farroupilhas.

 

@copyright - Todos os direitos reservados - www.mtg.org.br